Suporte
 

As 7 tendências das Redes Sociais para 2019

Data de publicação: 2019-03-04

A sua empresa/ marca ou negócio ainda não está presente nas redes sociais? Então do que está à espera? Para além de se tratar de canais de comunicação com um potencial enorme, as redes sociais são uma “moda” que veio para ficar!


Hoje em dia o consumidor possui toda a informação à distância de apenas um clique, sendo que esse se tronou num consumidor mais exigente. Sabia que, segundo a Marktest, 57% dos utilizadores de redes socais seguem empresas ou marcas?


Se quiser que a sua empresa ou marca comece a fazer uso das redes sociais ou se já utiliza esse meio de comunicação, mas não sabe como atrair seguidores, aumentar o engagement e a notoriedade da mesma, este é o artigo ideal para si! Continue a ler, pois apresentamos-lhe as 7 tendências das redes sociais, com base em diversos estudos da área.

 

1.  Micro-influenciadores

Tem dificuldades em atingir um nicho de mercado específico? Então a inclusão de micro-influenciadores na sua estratégia de marketing, é a solução ideal. Esta estratégia aumenta o alcance com audiências especificas, e aumenta sucessivamente a notoriedade perante esse target. A forma mais simples de encontrar esses influenciadores é através da pesquisa de hashtags (#) específicos no Twitter ou no Instagram.

 

2. Social Listening

Esse conceito corresponde à capacidade de uma empresa ouvir, perceber e entender tudo que é dito sobre a sua empresa/marca, produto e área de atividade em geral, nas redes sociais. Parece fácil, mas esta tendência não se prende à monitorização das redes sociais da empresa, mas sim na extração de insights chave de conversas nesses meios. Ou seja, é o acompanhamento de conversas, tópicos, palavras-chave, frases, concorrentes e público-alvo e estimular os seus insights com o objetivo de descobrir novas oportunidades e retirar ideias para o bom funcionamento da empresa e das suas redes sociais. Resumindo, podemos citar uma frase proferida pela CEO da Network Insights que diz: “a monitorização vê as árvores, o listening vê a floresta”.

 

3. Realidade Aumentada

Esta nova realidade promove o marketing sensorial, aumentando o engagement, proporcionando aos seus utilizadores uma experiência diferente, agradável e marcante. Quem não gosta de, por exemplo, poder visualizar com um grau de 360° o decorrer de um evento especial da sua marca preferida? Todas as redes sociais têm vindo a explorar a realidade aumentada, sendo que o Facebook e o Snapchat têm-lhe dado maior destaque.

 

4. User Genereted Content

Com um maior acesso à informação, o consumidor está cada vez mais exigente. O consumidor quer ser ouvido e ter uma participação ativa nos processos das empresas/marcas. Assim sendo, as empresas devem estimular esse tipo de comportamento, que tem como resultado o Word Of Mouth, o melhor género de publicidade que pode existir. Não há ninguém em quem o consumidor acredite mais do que no testemunho de outros consumidores, que não ganhariam nada em dar-lhes informações enganosas. Para além de ser o tipo de publicidade mais bem-sucedido, também é o mais barato, pois tem um custo zero! Isso não é fantástico? Do que está à espera? Crie campanhas de envolvimento com o consumidor, coloque perguntas nas suas publicações, incentive a partilha de testemunhos, crie uma branded hashtag (#) e incentive a sua partilha, partilhe o UGC, sejam essas fotos vídeos ou outro tipo de conteúdos, desde que sejam positivos!

 

5. Mensagens diretas

Depois de uma fase, na qual os consumidores partilhavam tudo sem medos e receios, devido a escândalos relacionados com a proteção de dados nas redes sociais, a tendência começou a reverter-se. Assim sendo, nunca fez tanto sentido a utilização de mensagens privadas, que permite um maior grau de privacidade, prestando igualmente um atendimento mais personalizado e permitindo um maior grau de atenção para com o consumidor. Aproximando assim as marcas dos seus consumidores. Para que tal seja também viável para empresas de maior dimensão, onde a afluência de mensagem é maior, a tendência atual, concentra-se na utilização de chatbots. Estes robôs poupam tempo e aumentam a satisfação do consumidor.

 

6.  Vídeo

As redes socias, dão cada vez mais destaque aos vídeos, que tem vindo, cada vez mais, a entreter os consumidores. Para além de serem conteúdos que captam mais facilmente o olhar do público, os vídeos também são uma ótima forma de aumentar o engagement, e de aumentar o envolvimento com o público-alvo que, como já referido, quer estar a par de tudo! Um terço do tempo investido nas redes sociais, é passado a ver vídeos. Assim sendo, as empresas têm aqui uma excelente ferramenta.  

 

7.  Conteúdo Efémero

A exclusividade e a espontaneidade desses conteúdos têm vindo a captar a atenção das pessoas. O ser humano é muito curioso e quer estar sempre a par de tudo, por isso, o uso destas ferramentas é uma excelente forma de prender o público-alvo à página da empresa, pois se o consumidor se distrair, passado umas horas ou no máximo um dia, o conteúdo poderá já não estar disponível e isso seria uma perda terrível para o mesmo! Use e abuse dos snaps e dos stories! Faça, por exemplo um storie em que mostra o dia a dia da empresa, satisfazendo assim a curiosidade do consumidor. 😉

 

Esperamos que estas tendências e dicas lhe possam ajudar a impulsionar o seu negócio no digital, caso ainda tenha alguma dúvida não hesite em contactar!


Porque, o seu sucesso, é a nossa Vitória, Buzina.

 



Voltar
Peça já um orçamento